Nesta atividade será debatida a Semana de Arte Moderna de 1922 com o historiador Elias Thome Saliba, da USP, que trará dados e reflexões críticas a esta efeméride. Deste diálogo serão confeccionados bordados que expressem as críticas e reflexões sobre esta semana, ministrado pelo coletivo Linhas de Santos. É necessário ter noções de costura e os materiais de bordados. A Semana de Arte Moderna nasceu no momento que o mundo assistia ao fim de uma grande guerra e tudo se renovava nas estruturas mentais e políticas da sociedade. Foi um verdadeiro marco na história de São Paulo, considerada um divisor de águas na cultura brasileira. O evento – organizado por um grupo de intelectuais e artistas por ocasião do Centenário da Independência – declarou o rompimento com o tradicionalismo cultural associado às correntes literárias e artísticas anteriores: o parnasianismo, o simbolismo e a arte acadêmica. Atividade voltada para o público com mais de 60 anos. Para ingressar nas unidades do Sesc no estado de São Paulo * é necessário apresentar comprovante de vacinação contra Covid-19 (físico ou digital) e um documento com foto: Maiores de 12 anos devem apresentar o comprovante contendo as duas doses ou dose única da vacina. Crianças de 5 a 11 anos devem apresentar comprovante evidenciando uma dose (consulte o calendário e as orientações do município onde acontecerá a atividade). Recomendamos o uso de máscara cobrindo nariz e boca. Para atividades com ingresso, será necessário apresentar o QRCode na entrada da atividade. *o acesso às unidades do Sesc está sujeito a legislação municipal em relação à Covid-19.