Celebrando o centenário da semana de arte moderna e atualizando questões de gênero tão relevantes hoje e sempre, a intenção é revisitar a trajetória de artistas que atravessaram e/ou foram atravessadas pelo movimento modernista. Algumas bastante conhecidas e outras com trajetórias menos celebradas e tantos outros nomes que possam surgir da pesquisa e das reflexões durante os encontros da oficina. Ou ainda, mulheres que fizeram parte das próprias trajetórias, das genealogias, com histórias de vida e luta que possam ganhar voz através de cantos e depoimentos. A partir da biografia dessas mulheres e da experiência viva do encontro, a ideia é mergulhar num processo criativo coletivo com estudo de textos, canções, poemas, cenas, depoimentos e narrativas. Com desejo de trazer à escuta essas vozes femininas que culminará numa festa poética e musical. Lilian de Lima é atriz, cantora, diretora, dramaturga e preparadora vocal. É formada em Interpretação pela Escola de Arte Dramática (ECA-USP), em Expressão Vocal/Canto pelo Studio Voz em Movimento e em Publicidade pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing). Desde 1998 dá aulas e conduz orientações de teatro e expressão vocal, tendo atuado em diversas instituições e com diferentes faixas etárias. Paulinho Brandão é formado em filosofia pela UFSC e em Violão Popular pela EMESP. É compositor, escritor e músico. Como músico, acompanhou cantores e músicos como Tião Carvalho, Ana Maria Carvalho, Eva Figueiredo, Lena Bahule, Rodrigo Mercadante, Babado de Chita, entre outros. Fez parte de grupos como: Grupo Cupuaçu, Grupo Saracura, Clã Instrumental, Duo Arapuca, Cena Instrumental, Duo Brejeiro e Borandá Trio. Na área do teatro trabalhou com: Grupo de Teatro Vento Forte; Beatriz Tragtenberg, Cia. Do Tijolo. Atualmente integra os elencos das peças Pagu, Anjo Incorruptível e Terceira Toada para João e Maria, Descorrigindo Chico do Núcleo Toada, além de rodar com os shows autorais Amar sem Temere Miúdas Diferenças. Como poeta, lançou pela editora elefante, O Livro das Diferenças em 2016. Em 2019 lançou o EP Veneta com composições autorais. FORMATO DOS ENCONTROS – Estudo biográfico da trajetória de artistas brasileiras; – Cruzamento de histórias pessoais das participantes da oficina com as biografias apresentadas; – Criação individual e/ou coletiva de materiais textuais diversos – Desenvolvimento de aquecimento corporal e vocal; – Construção de cenas e canções individuais e/ou coletivas. Para ingressar nas unidades do Sesc no estado de São Paulo* é necessário apresentar comprovante de vacinação contra Covid-19 (físico ou digital) e um documento com foto: Maiores de 12 anos devem apresentar o comprovante contendo as duas doses ou dose única da vacina. Crianças de 5 a 11 anos devem apresentar comprovante evidenciando uma dose (consulte o calendário e as orientações do município onde acontecerá a atividade). É obrigatório o uso da máscara cobrindo boca e nariz. Para atividades com ingresso, será necessário apresentar o QRCode na entrada da atividade. *O acesso as unidades do Sesc estão sujeitas a legislação municipal em relação a Covid-19.